terça-feira, 23 de novembro de 2010

I R MÃ Z I N H A S

    Ontem a tardinha estive visirando as Irmãs da Congregação Filhas do Amor Divino,da escola Mãe Admirável aqui de poa.Foi um encontro maravilhoso,gratificante e emocionante para mim,pois recordei o
meu tempo de infância passado no Instituto Anunciação de Cerro Largo.
    As irmãs da Congregação Filhas do Amor Divino eram as responsáveis pelas alunas do internato do IMERAB.Elas nos tratavam com carinho,e muita paciência,nos orientavam,nos cuidavam quando estávamos doentes,e nós... e nós...pré-adolescentes e adolescentes aprontávamos folias e molecagem ( Eu,Carmen,Nair,MªHelena irmã da Madre,Isonia,Iva,Helena Friedrich,as Saletinhas,Neusa do queijo,Mª Lúcia,Silóca,Neidinha com as histórias do Pedro Malasarte....e outras que não lembro).Neste encontro consegui informações daquelas irmãs do internato do IMERAB.A Irmã Rita mora na Alemanha,a Irmã Iolanda esta aque em POA em outra casa da congregação.A Irmã Melita em Santa Maria(Zica não esquecer de convidar),a Irmã Celia (colega da Cleusa)volta para o RS só em janeiro para cidade de Manuel Viana.
   Aproveitei o encontro para abraçar a Irmã Terezinha Alba,minha prima em 2ºgrau.Nos conhecemos jovens e percebi que o tempo foi favorável para ela,pois está muito,muito bonita(beleza interior e exterior).Parabéns pela recuperação da saúde.
   A Irmã Silvia de Cerro Largo vai ser uma divulgadora do 1º MANDIOCAÇO.Orientei-lhe a procurar o Brunildo Wenzel,que era um dos integrantes do conjunto os Projéteis,e junto com o irmão Nelmo comandava as peças de teatro.
   Por hoje é só estou feliz com as 6 mil visualizações em 32 dias.Obrigada aos seguidores em especial.

Um comentário:

  1. Daio achei fantástica essa tua iniciativa de procurar as Irmãs. Como eu não era interna, convivi mais com a Irmã Iolanda, tenho muitas recordações, até quando ia com ela no interior ajudar nas missas. De uma viagem que fizemos pra Rodeio Bonito, fomos até num baile com ela nos acompanhando. A Glecir estava junto e na metade do baile lembro que virou um copo de cerveja na roupa, tudo era diversão.A "toilette" ficava distante do salão atravessávamos umas gramas pra chegar lá, enfim se voce falar com ela transmite um abração com saudades. Valeu Daio por mais noticia e pela criação do Blog. Quanta viagem no tempo.
    VERA LUCIA FONSECA - IJUÍ

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário.