terça-feira, 29 de março de 2011

GENTE NOVA NO PEDAÇO

Nossa amiga Liziane ( Ex Mandioqueira) está felicíssima com a chegada de mais um sobrinho: GUSTAVO.
A familília   MANDIOQUEIRA  parabeniza a mais nova titia , a vovó coruja  , pais do Gustavo e demais familiares.

sábado, 26 de março de 2011

MANDIOQUEIRO É ASSIM.....

Legítimo  MANDIOQUEIRO  é assim :  tem saudades...  adora estar  junto... ,  não se importando com o número de pessoas reunidas,  o que vale mesmo é o encontro.
Em outubro de cada ano se realiza a EXPO IJUÍ.  Como nesse ano não teremos o Mega  Evento , que tal nos encontrarmos em  uma das noites da Feira ?    Poderemos escolher ao longo dos meses , em qual das casas típicas optaremos.
Quem ainda não participou em nenhum ano,  é uma oportunidade de ver como ficou o  Parque,  e  que valeu a pena todo o serviço de outrora , nas aulas práticas do Curso de Técnico Agrícola e Economia Doméstica.
Deixo a  idéia para que , amadureça em cada um que se deleitar na leitura de nosso Blog .
VERA LUCIA FONSECA- IJUÍ

A FORÇA DE ATRAÇÃO DAS MANDIOQUEIRAS DE IJUI (1984)

Que coincidência ou força de atração dos mandioqueiros.
Na mesma noite do encontro em Poa, minha grande turma( pequenina em nùmero de 9) se reuniu na SOGI.
Estou no aguardo das fotos para o blog.
Um abraço
Liziane Aparecida da Silva Gesing
Ijuí-RS

1º ENCONTRO DE MANDIOQUEIROS COM O PROFESSOR HEITOR

No dia 23 de março, o professor Heitor reuniu os mandioqueiros residentes em Porto Alegre no Boteco do Joaquim, no bairro Cidade Baixa.
 Da esquerda para a direita: Luiz Carlos Lunckes, Nair, professor Heitor, Negro Motta, Daio, Vera Lúcia e Isônia.

A galera animada junto à esposa do Lunckes e o Luiz Pedro Muller, esposo da Isônia. 

O primeiro à esquerda é o mais simpático dos ANHANGUERAS E BARRANQUEIRO (de São Borja), o mandioqueiro José Cândido Motta, popular Negro Motta, que marcou a história do IMERAB.

 Negro Motta contando lorotas e histórias do seu tempo de IMERAB.

quinta-feira, 24 de março de 2011

MOMENTOS INESQUECÍVEIS DA VIDA

Tenho acompanhado quase que diariamente este blog, que é um serviço de utilidade pública para todos aqueles que passaram pelo IMERAB, hoje IMEAB, servindo de ponte ou elo de comunicação com muitos que não se vêem ou não se comunicam à muito tempo. Feliz a idéia do 1º Mandiocaço, e Principalmente, a continuidade de novos encontros de dois em dois anos. Assim, as novas gerações - os filhos, os netos, em breve os bisnetos dos mandioqueiros vão tomando conhecimento de uma época riquíssima vivida em uma instituição de ensino. A história serve de parâmetro para o presente e um indicativo para o futuro.
No último dia 18/03, por volta da 11 horas da manhã, recebi um telefonema do nosso colega Edegar Nunes Cavalheiro (1974), de Santo Ângelo – RS, momento que me encontrava sob forte emoção, pois apenas uma hora antes havia nascido o meu filho Pedro em uma maternidade de Cuiabá (fotos), oportunidade que pude compartilhar a boa nova com alguém de memoráveis recordações. O Pedro, certamente, terá a oportunidade de participar desses encontros e quiçá obter informações e conhecimentos que lhe serão úteis em sua caminhada. Um forte abraço de Barra do Garças - MT, a todos os mandioqueiros e familiares que contribuem com notícias e/ou visitam o Blog do Mandiocaço.



Jovelino Dallabrida

terça-feira, 22 de março de 2011

ENCONTRO COM PROFESSOR HEITOR THOMÉ DA ROSA

Entre tantas emoções e idéias criativas que surgiram no Evento do 1º Mandiocaço, nosso amigo Heitor teve a brilhante idéia de reunir os MANDIOQUEIROS residentes em POA e outros que por ventura estivessem de passagem pela Capital.
Como todo mandioqueiro tem a Lei de Atração que o acompanha, não poderia deixar de vir de Ijuí para mais esse reencontro  para rever amigos.
.Obrigada Heitor por  essa oportunidade de que foste o criador em reunir os mandioqueiros de POA.
Um abração a todos e até amanhã
VERA LUCIA FONSECA-IJUÍ

IMEAB S.O.S URGENTE.

Amigos seguidores e visualizadores!
Nós do blog do mandiocaço, achamos importante acompanhar o que está acontecendo em nossa escola. É notória a decadência da nossa escola, o fisico dela demostra a falta de investimentos públicos dos ultimos anos.
Mandioqueiros! O blog abre espaço para manifestações para de alguma forma preservar este patrimonio cultural e social.

S.O.S IMEAB
A proposta é a utilização da estrutura do Instituto Municipal de educação de Ensino Assis Brasil- IMEAB.
A nossa escola completa 57 anos e oferece curso de Técnico em Agropecuária para estudantes de Ijuí e Região.
Em 2006, o secretário de Educação profissional do MEC, ijuiense Eliezer Pacheco, visitou o IMEAB e prometeu investimentos na escola, através do projeto Brasil Profissionalizado, mas isto ficou inviabilizado por se tratar de uma escola municipal.
Em 2010, novo projeto ao MEC, para investimentos na infra-estrutura, foi acenado com investimentos da União em 2,4 milhões.
Sem a confirmação dos recursos, agora a proposta é a criação do IFET.
Ijuí é uma referência em Educação, com 100 anos de história, sem nunca contar com investimentos federais, salientou o reitor da Unijui, Martinho Kelm.
Em abril terá um novo encontro, com a representação do MEC.
Fonte: Jornal da Manhã18/03/01
Liziane Gesing


IMEAB Foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.

 "Passam os tempos, suceden-se gerações e o IMEAB continua vivendo o amor de seus filhos."
(Frase do professor Waldir José Andrighetto - o grande mestre da escola)

S.O.S IMEAB EDITORIAL.

É notório que o município de ijuí cresceu. Sua população aumentou e sua economia também. O povo de Ijuí conquistou uma Universidade, varias Faculdades, novas empresas, crescimento agrícola e pecuário com avanços nos índices de produtividade; Cooperativas, Instituto do Coração, do Câncer, construção cívil pujante etc.
Com este cenário o Blog do Mandiocaço não compreende como uma escola, o IMEAB que outrora era IMERAB, com a sua importância regional na educação foi relegada ao segundo plano neste desenvolvimento social.
Quando tudo indica que para o crescimento social-ecônomico há de se ter uma educação a contento desta realidade.
Nossa escola era referência regional no ensino profissionalizante.
O Governo Federal já esta sinalizando de que a educação profissional é importantíssima para o desenvolvimento social e humano de uma comunidade, coisa que a nossa escola já fazia com excelência.
A história de 57 anos de existência desta escola já comprova este fato.

- O que aconteceu com quem teve o poder de decisão e investimento em educação, nestes últimos anos?...
- Como penssar em sociedade com justiça social sem pensar em educação ?...
- Como pensar em produção, em avanços tecnológicos, sem pensar em educação?...

Quem está com o poder de decisão em mãos tem que pensar em educação ou será responsabilizado pela história, pelo descaminho que uma sociedade pode trilhar, será responsável pelo futuro de crianças e jovens.
Não percamos nossa visão otimista de futuro, pois quando deixamos de envestir nas crianças e jovens, estamos negligenciando nosso futuro.

- Será que formar pessoas que trabalham e cultivam alimentos, preservando os recursos naturais, não é mais interessante para uma sociedade prosperar?
- Com a demanda crescente por alimentos, educar o homem para produzir, cuidar da natureza, não é um projeto grandioso de inclusão social?

Precisamos trabalhar para que as crianças e jovens sejam Homens que façam a diferença social para o bem comum.
Viva a nossa escola. Viva o IMEAB.


IMEAB Foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.


IMEAB foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.
"Nunca deixe de fazer algo de bom
que o seu coração pede...O tempo
pode passar, e a oportunidade também.
Nunca esqueça que meta a gente busca, e
caminho a  gente acha.
desafio a gente topa, vida a gente enfrenta."
                                                (autor desconhecido.)

JOSÉ CANDIDO MOTTA ESTÁ NA REDE DO MANDIOCAÇO

As surpresas agradáveis surgem em nossa vida quando mais nos fazem falta.Pois eis que estava, dia desses,na passifica solidão do meu esconderijo quando de repente toca o telefone. Uma voz feminina que soava como música em meu ouvido.Quem será essa Deuza, pensei.Não era nada mais nada menos que essa figura ímpar: DAIO.
Dizem os sociólogos que um povo que não conhesse sua história, não sabe pra onde vai. Digo mais:o indivíduo que não conhece sua história tambem não sabe pra onde vai.Todos voces fazem parte da minha história, por saber disso, sei pra onde vou.
Depois de gastar fundilhos de bombachas em lombo de égua nos campos de São Borja, resolvi me transferir para a"mui valerosa".Que sábia decisão! Vou rever muitos dos que me são caros e matar a saudade. BEIJÃO  do NEGRO MOTTA.

domingo, 20 de março de 2011

MANDIOQUEIROS DO POA

Os mandioqueiros residentes em POA - RS vão se reunir na próxima quarta-feira dia 23 de março às 20 horas no" Boteco do Joaquim" para ativar a amizade.
Endereço:Rua joaquim Nabuco nº350 - Cidade Baixa.
Estacionamento com Manobrista (gratuito)
Obs:O convite fica estendido a todos os mandioqueiros de passagem pela capital dos pampas.

O SUMIÇO E O ACHADO DO NEGRO MOTTA

O principal objetivo deste blog do mandiocaço é encontrar ex-colegas do antigo IMERAB de Ijui - RS.
Pois é pessoal,foi numa destas campereadas que consegui o telefone de um vivente que a muito tempo eu campiava.
Pois sabem de quem se trata?
Nada mais,nada menos do que aquele índio que,por algum tempo desapareceu lá pras bandas da fronteira e depois de encher a pança com água do rio Uruguai,resolveu se aprochegar da  capital, estaquiando o burro por estas plagas.
Ele está acompanhando o blog e nestas alturas já estou com um comichão na língua para contar quem é o dito cujo.
Lá em São Borja ele era conhecido como "NEGRO MOTTA".O mesmo da INSPETORIA VETERINÁRIA, dos ANHANGUERAS, e do FESTIVAL DA BARRANCA.
Moçoilas Mandioqueiras que pediram de pés juntos e mãos postas sua localização nesta querência,lá vai a melhor das notícias:Localizei o JOSÉ CANDIDO MOTTA.Ele mora aqui no costado do meu domicílio na Cidade Baixa.
Vivente!...Como é que nunca te encontrei antes?...
Todavia como as pedras rolando acabam se encontrando já vou convidar o cuera para o 2º Mandiocaço.
Motta,em breve receberás um convite dos Mandioqueiros residentes em POA para uma confraternização.

sábado, 19 de março de 2011

MANDIOQUEIROS E A LEI DA ATRAÇÃO

Todos os MANDIOQUEIROS, jamais perderão o ELO que um dia os uniu.
A qualquer dia ou qualquer momento surge a oportunidade do encontro.
Para minha surpresa estou saindo de um supermercado (ontem às 15h) aqui na Cidade Baixa, POA-RS, encontro o mentor do 1º MANDIOCAÇO.
Que felicidade.
Isso chama-se LEI DA ATRAÇÃO DOS MANDIOQUEIROS.
Local que proporcionou esse encontro?
IMERAB.

quinta-feira, 17 de março de 2011

A SILVIA REGINA ESTA NA REDE DO MANDIOCAÇO

Bah guria, te agradeço mesmo, agora ha pouco ainda conversei com seu Pittol, coisa mais querida ele, passei meu endereço porque ele vem algumas vezes no ano aqui pra Pelotas e na próxima vez que vier, vai me contatar para podermos nos encontrar.
O sr. Pittol me disse que o pai foi diretor da escola na época que ainda não era instituto, era Escola de Capatazes Rurais, ou coisa parecida, tipo há uns 50 anos atrás, é história né menina? Que coisa.......
Lembro que quando era pequena meu pai me levava até ao Imerab para ver as plantações das hortinhas e depois me levava em outro lugar perto do aeroporto para ver as criações de porquinhos, são lembranças que tenho muito vivas em minha mente. Bons tempos aqueles....
Em dezembro de 2012 terei a formatura da minha afilhada  em Medicina em Blumenau, ainda ontem falando com a minha irmã ela me cobrou presença no evento, afinal sou a dinda dela, se as datas não coincidirem, existe uma grande possibilidade de eu realementet participar do próximo encontro dos mandioqueiros sim, imagina quanta gente legal e querida poderei rever, vamos torcer pra dar certo.
Mais uma vez obrigado pelo seu carinho e atenção, durma hoje com a sensação de que ajudaste imensamente um coração saudoso.....isto também é caridade, hehehe
Missão cumprida
Fique com Deus
Abraços

quarta-feira, 16 de março de 2011

LEMBRANÇAS DA SILVIA REGINA

Sim...com certeza o Sandri era muito amigo do meu pai, a esposa dele a Ana muito querida e tinha dois meninos e uma menina (que hj devem ser lindos pessoas grandes), lembro bem deles...nossa...quantas pessoas que faz mais de 25 ou 30 anos que não vejo.
Meu pai foi professor e diretor do Imeab, mas isto há muito tempo atrás. Já vai fazer 30 anos do falecimento do meu pai em 22 de abril, imagina.....
Mas tem algumas pessoas que são inequecíveis, o Pedro Pitol, o Sandri, o Parenti, O Nedi Borges, o Waldir, o Arnaldo Drews......nossa, todos pessoas maravilhosas de quem eu guardo muitas boas recordações.
Conversei com o professor Avelino e ele vai me passar os dados do Pittol, e ainda nesta tarde, depois de falar com o Marcos consegui enfim conversar com o tio Waldir e a tia Íria, nossa, foi muita emoção mesmo.
Guardo todos no meu coração com muito carinho....
Se tiveres contato de mais algum destes que citei acima, eu aceito, pois vou conversar com cada um para saber como vão eles e suas famílias.
Moro em Pelotas há 21 anos, mas não esqueço minhas origens nem as pessoas que foram representativas e de quem guardo boas recordações, e é muito gratificante ouvir suas vozes e saber de suas vidas.
Em Ijuí hoje só tenho os mortos, há mais de 6 anos que não apareço por lá e nem tenho perspectiva de quando irei, mas se for, certamente vou gostar muito de rever estas pessoas.
Abração pra vc.....
Uma ótima semana..
Bjkas
Silvia

AGRADECIMENTO DA SILVIA REGINA

Puxa!!!!
Muito obrigado mesmo, esta noite eu chegeui a sonhar com o tio Waldir e a tia Íria, de tanta saudades que tenho deles.
Vou entrar em contato com o Marcos sim, imagina, eu cuidava dele quando ele era bebê...hj é um homem feito, ninguém acredita, mas a gente fica velho mesmo.
Vou me cadastrar sim.
Eu não tenho muito contato com colegas de outras unidades, mas vou procurar o professor que me indicaste e manterei contato com certeza.
Muito obrigado pelo seu carinho e atenção
Abraços
Silvia Guimarães

CHASQUE RECEBIDO DA SILVIA REGINA GUIMARÃES

Olá...eu sou filha do sr. Nilson Guimarães, que também teve história com esta escola, eu gostaria de entrar em contato com o sr. Waldir Groff que foi um grande amigo de meu pai, e colegas da Cotrijui.
Haveria alguam possibilidade de me informarem contato dele, telefone ou
e-mail?
Meu nome é Silvia Regina Guimarães
Moro atualmente em Pelotas

segunda-feira, 14 de março de 2011

PAPARAZZI!...AINDA?...

 Sim!...Eles estão presentes onde têm celebridades e no 1º mandiocaço de ijui - rs não foi diferente.
 O clima do evento e a emoção envolveu e deslumbrou o PAPARAZZO LUIS PEDRO ( esposo da mandioqueira ISONIA - 1974) que começou a fotografar. Para este amigo, que não é mandioqueiro, a fotografia é a melhor maneira de levar junto (e guardar) num registro definitivo a sua experiência sensorial e visual dos dias 18 e 19 dezenbro de 2010, que fez do 1º mandiocaço um encontro emocionante e muito especial. Ele, com grande esforço pessoal, aproximou os mandioqueiros no grande cenário da festança com a sua potente câmera.
 A partir desta semana, o blog conta com a gentil colaboração de LUIZ PEDRO MULLER, que vai agitar com suas fotos, unindo assim amadores e profissionais que fizeram da fotografia um belo trabalho documentado aqui no LEGÍTIMO BLOG DO MANDIOCAÇO, o 1º evento dos mandioqueiros. 


  CTG - CHALEIRA PRETA - IJUÍ-RS
DIA 18 DE DEZEMBRO 2010


Encontro de três ex-colegas formandas do ano de 1974.
Daio (Poa-RS), Iva (Juina-MT) e Isonia (Poa-RS).





A emoção das amigas 38 anos depois.
Nair (1973), Vera, Daio, Isonia, Iva (1974), Ete (1975).


OBS: O legítimo Blog do mandiocaço recebe a gentil colaboração do Ezequiel Soares, filho da Irene Zarth (1976).
 




ELA FOI RAINHA DO CARNAVAL EM IJUÍ - RS.

 O jornal da manhã de ijuí - rs publicou na edição do dia 01/03/2011 uma reportangem completa sobre o carnaval da cidade.
 Nesta reportagem consta que a mandioqueira RENATE DALILA KINETZ foi rainha do carnaval Ijuíense no ano de 1988.
 Esta foi uma descoberta do blog do mandiocaço.


A alegria das amigas Rose e Renate no pavilhâo da festança do 1º mandiocaço.


PRESENTE DO GRANDE MESTRE

O professor Waldir Andrighetto nos presenteou com a letra do Hino do IMEAB.
Nossa Escola é cantada através de um HINO...
Os hinos são conhecidos desde os primórdios da história, constituindo uma das mais antigas formas assumidas pela poesia.
Uma expressão poética de sua trajetória, de sua missão e de seu louvor!
É um poema em honra ao que ELA representa para nós seus alunos e para a sociedade para a qual tanto tem contribuído. (Lize. 1984)
 
Hino do IMEAB

Letra e Música do Maestro
Francisco dos Santos Dias

Nossa historia nasceu aqui sem medo
Na agricultura e pecuária sem iguais
Conquistamos como colônia modelo
É escola de capatazes rurais

Veio o progresso e aos jovens as necessidades
De aprender e se tornar profissionais
Nasceu a escola normal rural
Formadora de mestres tradicionais

Setor agrícola pastoril e tecnologia
E com pulso forte e audaz
Em Ijuí no noroeste gaucho
Que incentivou os jovens cada vez mais

O IMEAB que nasce foi pra ficar
Sempre sorrindo com o presente que vivemos
Na esperança que o porvir melhor virá
Com a glória de DEUS e as bênçãos que chegará

IMEAB, IMEAB,
Escola modelo de técnicos rurais
Audaciosos foram seus professores
Que foi crescendo e crescendo muito mais.

quinta-feira, 10 de março de 2011

CHASQUE PARA O DARCI AMIGO DO ASTOR ULLMAN

Olá, boa tarde.

O Astor está na Fazenda, em plena colheita da soja. Lá não tem internert. Ele deve terminar a colheita dentro de um mês. Eu não lembro do Darci. De qualquer forma, quando o Astor passar aqui no escritório, vou informa-lo da solicitação. Um ótimo carnaval ái nos pampas.

Jovelino Dallabrida

quinta-feira, 3 de março de 2011

REFLEXÃO PARA O CARNAVAL

O vendedor de sonhos
Fomos contagiados por um vendedor de idéias que nos ensinou a não negar o que somos. Antes desse contágio, éramos todos "normais", estávamos todos doentes. Queríamos de alguma forma ser deuses, sem saber que ser deus é andar sobrecarregado, tenso, pesado, com o compromisso neurótico de ser perfeito, de se preocupar com a imagem social, de dar importância vital para a opinião alheia, de se cobrar, se punir, exigir. Perdemos a leveza do ser. Parecíamos zumbis engessados pelos nossos pensamentos estreitos. Fomos educados para trabalhar, crescer, progredir e infelizmente também para ser especialistas em trair a nossa essência do diminuto parêntese do tempo em que existimos. Em que fábrica de loucura vivemos?"
(pag.284 - O vendedor de sonhos - Augusto Cury - Ed. Academia - 2008).