terça-feira, 22 de março de 2011

IMEAB S.O.S URGENTE.

Amigos seguidores e visualizadores!
Nós do blog do mandiocaço, achamos importante acompanhar o que está acontecendo em nossa escola. É notória a decadência da nossa escola, o fisico dela demostra a falta de investimentos públicos dos ultimos anos.
Mandioqueiros! O blog abre espaço para manifestações para de alguma forma preservar este patrimonio cultural e social.

S.O.S IMEAB
A proposta é a utilização da estrutura do Instituto Municipal de educação de Ensino Assis Brasil- IMEAB.
A nossa escola completa 57 anos e oferece curso de Técnico em Agropecuária para estudantes de Ijuí e Região.
Em 2006, o secretário de Educação profissional do MEC, ijuiense Eliezer Pacheco, visitou o IMEAB e prometeu investimentos na escola, através do projeto Brasil Profissionalizado, mas isto ficou inviabilizado por se tratar de uma escola municipal.
Em 2010, novo projeto ao MEC, para investimentos na infra-estrutura, foi acenado com investimentos da União em 2,4 milhões.
Sem a confirmação dos recursos, agora a proposta é a criação do IFET.
Ijuí é uma referência em Educação, com 100 anos de história, sem nunca contar com investimentos federais, salientou o reitor da Unijui, Martinho Kelm.
Em abril terá um novo encontro, com a representação do MEC.
Fonte: Jornal da Manhã18/03/01
Liziane Gesing


IMEAB Foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.

 "Passam os tempos, suceden-se gerações e o IMEAB continua vivendo o amor de seus filhos."
(Frase do professor Waldir José Andrighetto - o grande mestre da escola)

S.O.S IMEAB EDITORIAL.

É notório que o município de ijuí cresceu. Sua população aumentou e sua economia também. O povo de Ijuí conquistou uma Universidade, varias Faculdades, novas empresas, crescimento agrícola e pecuário com avanços nos índices de produtividade; Cooperativas, Instituto do Coração, do Câncer, construção cívil pujante etc.
Com este cenário o Blog do Mandiocaço não compreende como uma escola, o IMEAB que outrora era IMERAB, com a sua importância regional na educação foi relegada ao segundo plano neste desenvolvimento social.
Quando tudo indica que para o crescimento social-ecônomico há de se ter uma educação a contento desta realidade.
Nossa escola era referência regional no ensino profissionalizante.
O Governo Federal já esta sinalizando de que a educação profissional é importantíssima para o desenvolvimento social e humano de uma comunidade, coisa que a nossa escola já fazia com excelência.
A história de 57 anos de existência desta escola já comprova este fato.

- O que aconteceu com quem teve o poder de decisão e investimento em educação, nestes últimos anos?...
- Como penssar em sociedade com justiça social sem pensar em educação ?...
- Como pensar em produção, em avanços tecnológicos, sem pensar em educação?...

Quem está com o poder de decisão em mãos tem que pensar em educação ou será responsabilizado pela história, pelo descaminho que uma sociedade pode trilhar, será responsável pelo futuro de crianças e jovens.
Não percamos nossa visão otimista de futuro, pois quando deixamos de envestir nas crianças e jovens, estamos negligenciando nosso futuro.

- Será que formar pessoas que trabalham e cultivam alimentos, preservando os recursos naturais, não é mais interessante para uma sociedade prosperar?
- Com a demanda crescente por alimentos, educar o homem para produzir, cuidar da natureza, não é um projeto grandioso de inclusão social?

Precisamos trabalhar para que as crianças e jovens sejam Homens que façam a diferença social para o bem comum.
Viva a nossa escola. Viva o IMEAB.


IMEAB Foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.


IMEAB foto clicada por Luiz Pedro Muller em 18/12/2010.
"Nunca deixe de fazer algo de bom
que o seu coração pede...O tempo
pode passar, e a oportunidade também.
Nunca esqueça que meta a gente busca, e
caminho a  gente acha.
desafio a gente topa, vida a gente enfrenta."
                                                (autor desconhecido.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário.