quinta-feira, 3 de março de 2011

REFLEXÃO PARA O CARNAVAL

O vendedor de sonhos
Fomos contagiados por um vendedor de idéias que nos ensinou a não negar o que somos. Antes desse contágio, éramos todos "normais", estávamos todos doentes. Queríamos de alguma forma ser deuses, sem saber que ser deus é andar sobrecarregado, tenso, pesado, com o compromisso neurótico de ser perfeito, de se preocupar com a imagem social, de dar importância vital para a opinião alheia, de se cobrar, se punir, exigir. Perdemos a leveza do ser. Parecíamos zumbis engessados pelos nossos pensamentos estreitos. Fomos educados para trabalhar, crescer, progredir e infelizmente também para ser especialistas em trair a nossa essência do diminuto parêntese do tempo em que existimos. Em que fábrica de loucura vivemos?"
(pag.284 - O vendedor de sonhos - Augusto Cury - Ed. Academia - 2008).

2 comentários:

  1. o blog continua bombando um otimo carvanal a todos e todas

    ResponderExcluir
  2. Inaja,tu que viu este blog nascer e não é mandioqueira continue seguindo o blog legítimo dos mandioqueiros,tu já viu o número de visualizações?...tem muita gente só espiando... e outros fiéis seguidores e visualizadores.Abraços para ti e para o Marco Aurélio.

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário.