quinta-feira, 7 de abril de 2011

IVO FONTANA CARDOSO MANDA O SEU RECADO DE BAURU - SP

Prezada Maria do Rosário Grando,

Foi com supresa que recebi a notícia que o IMERAB está ameaçado de ser extinto para ceder lugar ao futuro
Distrito Industrial de Ijuí, querem "confiscar" as terras onde são desenvolvidas as práticas agrícolas, objeto
fundamental do curso. Essa iniciativa política merece o nosso amplo, total e irrestrito  repúdio, porque a prefeitura
pode adquirir por meio de desapropriação outras áreas de terras para o fim desejado. Essa escola cumpre fiins:
 social, educacional, profissional, exemplo de tudo o que há de bom na educação e mais, ensina produzir
alimentos por meio de tecnologia racional, sustentável com vista a preservar o meio ambiente. Tanto isso é
verdade que o saudosismo dos ex alunos (mandioqueiros) encontram fundamentos lógicos na qualidade do ensino,
na formação de valores éticos e morais, que além da parte profissional encaminhou muitos jovens pela vida, eu
fui um deles, e tenho a grata satisfação de bradar em voz alta e bom som que está escola foi meu segundo lar,
aprendi muito, levei comigo além da saudade, o ensinamento e o exemplo dos funcionários e mestres.
Essa investida política tem que ser coibida de forma sustentável, temos que reverter esse quadro e reivindicar
melhorias no IMERAB, informatizar, modernizar, integrá-lo na comunicade científica, implantar novos cursos
vocacionados para o agronegócio, tais como: agronomia, engenharia florestal, veterinária, zootecnia etc,
com pós graduação, mestrado e doutorado. Dinheiro para fazer isso tem, seja na esfera Federal, Estadual ou
Municipal, o que falta é vontade política para executar essas melhorias no ensino. Isso não é sonho, é necessi-
dade, pois veja que o Rio Grande do Sul sempre foi líder nacional na produção de alimentos e a região da grande
Ijuí é onde se concentra o celeiro do Estado.
Face essa realidade temos que partir com iniciativas sólidas, com força política e por isso temos que fundar
imediatamente a ASSOCIAÇÃO DO IMERAB (IMEAB) ou outro nome que queiram dar. A partir da fundação dessa
associação teremos espaços garantidos para fazer a defesa do IMERAB em todos os espaços políticos. Outro ponto
impostante é contar com apoio da comunidade e da sociedade organziada para que a nossa voz tenha represen-
tatividade. No meu entender esse é o caminho a ser pecorrido, sei que não é tarefa fácil e nada vem de graça, mas
com luta, ânimo, coragem, determinação, persistência, dedicação, atingiremos o escopo de nossos objetivos.

Atenciosamente,

Ivo Fontana Cardoso
Ex-aluno do IMERAB
Técnico Agrícola
Turma de 1970

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário.