quinta-feira, 26 de maio de 2011

AMIGOS SEGUIDORES E VISUALIZADORES

Informo aos amigos que eu estava navegando pela web e vi mais dois blogs muito interessantes de Ijui.
Confesso que gosto muito de blogs e fico vidrada com a criatividade de alguns.
Não estou viciada.Estou convencida que Ijui tem além do BLOG DO DR.RICARDO PITTAS,outros dois que me impressionaram muito pela criatividade, abordando assuntos de interesse nosso.
São eles:
netunotrident.zip.ner/
Estes blogs estimulam manifestações e opiniões.É um espaço aberto.
Os textos são curtos e muito criativos.
Em tempo, quero agradecer a todos que estão visitando o nosso blog  do MANDIOCAÇO, é o pioneiro e também legítimo dos MANDIOQUEIROS.
Abraços com carinho da Daio

segunda-feira, 23 de maio de 2011

COMEMORANDO O RESTABELECIMENTO DO NOSSO MANDIOQUEIRO

Ficamos felizes em saber que nosso amigo CABRITO teve um restabelecimento tranquilo e que está retornando a sua rotina diária.
Que bom CABRITINHO que estas bem.Levei um baita susto(daqueles em que o coração bateu na nuca e na sola do pé ao mesmo tempo),quando vi no portal do Hilário e do Fiorin o teu carro acavalado num poste de uma avenida de Ijui.Cruzes!!!
Mas,como sei que o bom CABRITO não berra,recomendei o amigo a todos os Santos conhecidos e desconhecidos também,e levei fé que logo estarias recuperado,o que felizmente aconteceu.Oba!Não devemos esquecer que o tempo passa e esquecemos de realizar coisas importantes.Os exames médicos periódicos de rotina devem ser feitos sempre.Principalmente os mandioqueiros dos anos 60,70 e 80 que já estão com cinquentinhas e sessentões.Ninguém mais é um piazito da época que estudou no IMERAB e muito menos deve se arriscar a engarupar as pestanas antes do tempo.Viu amigo?
Quero cumprimentar o altruismo da comissão do 1ºMandiocaço,que sempre atenta procurou levar sua solidariedade junto ao Mandioqueiro estoporado,colaborando desta forma com seu pronto restabelecimento.
Recomentações a todos:"Não vale a pena abotoar o colete antes do tempo".

sábado, 21 de maio de 2011

CHASQUE PARA O ZULMIRO FERIGOLLO

Amigo há mais de quarenta anos que não te vejo. Já falei duas vezes com a tua esposa.Gostaria muito de prosear contigo.
Afinal vivente onde tu te escondes na terra do Sepé Tiaraju?  Te informo que é a  minha terra natal.
Amigo, já estampei a tua foto aqui no blog do Mandiocaço e te convido para ser mais um seguidor do blog oficial dos mandioqueiros.Entre na rede.
Tu, como mandioqueiro da minha época , deves ter muitas lembranças que poderia partilhar com os demais mandioqueiros.
Procure prosear ai na tua cidade com o mandioqueiro Luis Carlos Carbonari.

CHASQUE ELETRÔNICO DO DR.RICARDO PITTAS

 Comunico aos amigos mandioqueiros que, depois de ter sido literalmente apagado do portal onde mantinha meu blog, já estou com novo blog e os textos antigos estão sendo recuperados. O do IMEAB já está lá! Grande abraço     ricardopittas.blog.terra.com.br

sexta-feira, 13 de maio de 2011

13 DE MAIO DIA DO ZOOTECNISTA.

Parabéns ao profissional que estudou no IMERAB e que trabalha para fortalecer o agronegócio e a produção de alimentos seguros e de qualidade.

OS BONITÕES E AS ESTRELAS DA EXPOINTER DE ESTEIO - RS 1971.

Carmen Aguiar e Jovelino Dallabrida vocês podem me dizer qual destas mimosas vaquinhas era a Orquidea?
Os Bonitões que acompanhavam o  PLANTEL eu já identifiquei.
Da esquerda para a direita: Os pilchados Clair Ribas, Rosendo, Andre Guimarães e Ferigolo.

O desfile das estrelas com os bonitões do IMERAB escolhidos pelo professor de zootecnia.

EXCURSÕES


Excursões. Um dos momentos mais esperados. Todas as turmas do IMERAB sonhavam com este momento. O melhor de tudo eram as brincadeiras realizadas com frequência no ônibus.

Agosto de 1971.
Zaldir Aroldi: "Alemão, Alemão, espera falta gente!?".

No mês de Setembro de 1971.
Em frente a casa branca, Paulo Theobald, Sady, Pedro Kaiser, Busanello e outros colegas.
 

Mês de Setembro de 1971.
Porto de Rio Grande na cidade de Rio Grande - RS.

 
Setembro de 1971.
Praia do Cassino. Rio Grande - RS.
Uns com frio outros com calor.


Setembro de 1971.
Viagem de estudos para São José do Norte - RS.
Primeiro a direita o galã de Nonoai Fiorentino Facco, e toda a turma bastante animada com a viagem.
"Todos nós temos recordações, memórias de um tempo que passou e por mais que o desejamos não volta mais..."

GRUPO ARTISTICO.

"A gente sempre quer sair da escola, mas quando sai sente saudades".
O grupo artístico do IMERAB marcou a década de 60 e 70.

1970 - GRUPO DO CTG
Zaldir, Nilza Pedrolo, Noemi, Ferigolo, Lourdes M, Neri, Lenir M, e outros.
 
Setembro de 1971. O grupo artístico antes de uma apresentação.


Outubro de 1969. O grupo artístico com o então frei Clarencio(Alcides Lucion) diretor da escola com as irmãzinhas que cuidavam do internato, Eli B., Rita Ames.


SURFAR NAS ONDAS DO TEMPO.

Ousamos surfar nas ondas do tempo, embalando as recordações. Tempo esse comparado ao outono dos sonhos desbravados, das lembranças,  das nostalgias vividas do IMERAB.
Outono que deixou para traz a juventude vivida bem antes dos 18 anos.
Tempo que buscamos nas fotos do nosso amigo NERI MALLMANN. Lembranças essas que ficaram para sempre, vestidas de saudades de uma epoca que não volta mais.



Da esquerda para a direita agachados: Paulo Theobald, Neri Mallman, Zaldir Aroldi, Roque Farias, Pedro Paulo Martins, Moacir Vendrusculo(Falecido), Otelio Busamello. Da esquerda para a direita em pé: Sady S., ???, Pedro Kaiser, ???, José Fonseca, Valter Colombo,???,???, Vicente Fronza, Neri Potrich(Falecido),???,???.
A memória me trai não lembro o nome de todos.
 

Ano de 1971  nesta foto de um inverno rigoroso a pose para prosperidade.
 Pedro Paulo Martins, Negro Motta, Pedro Kaiser, Ledo D.
Fiorentino Facco, Neri Mallmann, Miquin, Caio, Baigão, Luiz Carlos, Zé Vonseca,Zaldir e outros que não lembro o nome.
 


Ano de 1971. Em frente ao prédio um grupo de futuros técnicos agrícolas.
         
 "Todos estamos matrículados na escola da vida onde o mestre é o tempo." (Cora Coralina)
 

terça-feira, 10 de maio de 2011

CONFRATERNIZAÇÃO DE MANDIOQUEIROS DE IJUÍ

Realizou-se dia 09.05, uma confraternização dos Mandioqueiros de Ijuí, no refeitório da escola IMEAB.
O prato principal foi peixe, preparado pela esposa do Altamir.  A turma já está em ritmo de 2° Mandiocaço.
Um próximo encontro será planejado com o objetivo de escolher o Coordenador e equipe do próximo Evento.
Aproveitando a oportunidade, foi debatido o assunto de cedência de área da Escola Fazenda do IMEAB e, prestação de contas do 1° Mandiocaço.


sexta-feira, 6 de maio de 2011

NOTICIAS DA TERNEIRA ORQUÍDEA

Jovelino, em resposta a teu pedido sobre a epopéia da vaca Juliana(blog13/02/2011),não consegui realizar a pesquisa,pois o pessoal de Ijui não abriu seus arquivos para me informar o destino do famoso rebento da vaca Juliana que é sua dileta cria,a bela terneira Orquídea que tu conheceu.
Solicitei a consulta ao competente Arnaldo Dunke,ao eficiente Cabrito e a dedicada Vera Lúcia e não consegui informações precisas sobre o assunto.
Contudo,tive informações que antes da vaca Juliana embrenhar-se na Argentina,teve um ataque de adoleta ao contemplar a beleza de sua cria e não resistindo a concorrência,resolveu enfrentar uma parrijada na capital Portenha como já foi divulgado aqui no legítimo blog do mandiocaço.
Amigo,a notícia é esta.Abraços do Rio Grande a toda a tua família..

segunda-feira, 2 de maio de 2011

BLOG ATRAVESSA O ATLÂNTICO.

Quando queremos que alguma coisa fique ancorada à nossa vida, fazemos de tudo para mantê-la presa a nós.
Criamos laços e os apertamos com todo nosso coração.Quando a distância nos separa, encontramos maneiras de curtir o que está longe, e a FOTOGRAFIA é uma delas.
O Blog nos aproxima através das fotos de uma pessoa que foi muito importante na nossa época de estudante do IMERAB, bem como nos leva a ver sua vida na Austria.




Obs: As fotos foram enviadas para a Nair Heinen sua fiel amiga e correspondente.

BAÚ DA MARI SALETE - VICENTE DUTRA-RS.

A Salete teve o privilégio de estudar com duas turmas de economia doméstica. Ela iniciou com a minha turma, desistiu e retornou aos estudos com a turma da Cleusa.
1972 - Descascando a batata para a festa da cooperativa.(da esquerda para direita: Chita, Salate, Seca, Baixa, Neusa, Iva, Stefa, Tania e Maria Lucia.Colegas da 1º turma da Mari Salete).

1974 - Aula de nutrição da 2º turma da Mari Salete.Algumas ex-colegas eu consigo identificar.(da esquerda para direita: Ete, Sila, Irmã Celia,Claudete Fróes, Cobra ,Marlene,Profº Sínaia,Noemi, Jacinta, Lia, Cleusa, Lane, Salete, Helena,Clair e Lorna).


Na parada cívica o então estudante LEDO DARUY, com o trator desfilando nas ruas de Ijuí. Ao fundo o professor Sandri.

Em 7 de novembro de 2011 vai fazer 37 anos que a Saletinha guarda com carinho o cartão que recebeu da irmã Célia, sua colega de aula.

DON QUIXOTE E SANCHO PANÇA DO IMERAB.

Identificados na amizade e nas safadezas com os colegas o NERI MALLMANN e o ZALDIR AROLDI eram almas gêmeas na criatividade e nos trotes que inventavam. Por muito tempo eu achei que os dois eram irmãos, tal era a sintonia deles. Ai de quem caisse nas brincadeiras deles pois eram muito comunicativos e engraçados.
Hoje o NERI reside em Livramento e o Zaldir em Saldanha Marinho.
Os dois amigos Neri e Zaldir fazendo o trabalho de topografia em uma aula prática.


Os dois amigos Zaldir e Neri veteranos no batizado dos bixos.


A FURIOSA.

Quando começava os ensaios da banda da escola (década de 70), que recebeu o nome de FURIOSA, a população do bairro entrava em polvorosa, correndo para ver e aplaudir os empertigados moçoilos tocando seus instrumentos garbosamente.


O primeiro da direita de óculos escuros é o Neri Mallmann e a barulhenta tarola.
 
O primeiro a esquerda novamente o Neri Mallmann com a sua barulhenta tarola.(O baterista do KISS ficaria com inveja.)

A frente garbosamente desfilando nas avenidas de Ijuí o Neri Mallmann.

TROTE COMENTADO.



De costas, estão os veteranos do ano de 1970, que recebem os bixos no famoso trote do inicio do ano letivo. Entre os veteranos estão uma dupla inseparável e talentosa NERI MALLMANN e ZALDIR AROLDI.
Nesta foto podemos observar um dos trotes mais comentados da época. No piso, nada mais nada menos que o NESTORZINHO que teve que "arrastar uma lambreta".
O NESTORZINHO era o famoso "Topo Gigio" que implorava para os parceiros veteranos que lhe desse a primazia de fazer declaração de amor para as moçoilas desavisadas, e por íncrivel que pareça, algumas caíam no conto do vigário.