sábado, 17 de março de 2012

RENOVAR A ESPERANÇA E FAZER ACONTECER O DIFERENTE

                Renovar a esperança, acreditar que é possível  tentar de novo,  ver acontecer o diferente, superar e compartilhar a satisfação com o resultado é nosso grande desafio.
                Se são esses os conceitos/sensações que nos alimentam e orientam nossas escolhas e atitudes/ é possível  acreditar que existem soluções para os conflitos que a convivência, que tanto nos faz bem, por vezes nos impõe limites.
  Quando sozinhos não conseguimos perceber quando nossos desejos e atitudes entram em conflito com os desejos e  atitudes dos outros com quem convivemos, prejudicando ou até inviabilizando a mesma, nesse momento estamos colocando á prova nossos conceitos de civilidade, e humanismo também.
               Ter coragem de expressar nossa insatisfação, confiar na nossa capacidade de fazê-lo sem deixar dúvidas, sem cometer injustiças e ouvir outras opiniões contrárias inclusive.
                 Assim estamos, muitos de nós moradores da Cidade Baixa,  que nos orgulhamos de morar nesse bairro tão acolhedor, que ferve de tanta energia e onde tudo acontece. Adoramos morar aqui, não temos nenhuma intenção de mudar de endereço, reconhecemos e nos agrada muito a sua característica comercial. Contudo, as relações com  os proprietários de estabelecimentos,  já servem para escrever o roteiro de uma peça teatral, da comédia á tragédia com a rapidez que os relatos comprovariam. nos encontrarmos para nos ouvirmos, trocarmos impressões e opiniões sobre o que estamos vivendo. Buscamos a palavra e a ação de todas as autoridades responsáveis pela cidade, seu funcionamento e a garantia da preservação dos direitos e do cumprimento das obrigações para a reconstituição de uma convivência pautada pelo bom senso e responsabilidade.
Nos frustramos com lentidões, indefinições, falta de compromisso, más intenções...
Mas quando chegamos em casa e vemos que algo mudou, nos sentimos recompensados. Testemunhamos a primeira ação executada pela Prefeitura (sim, porque a etapa de tentativas de acordo direto, inclusive com a mediação da Promotoria do Meio Ambiente não trouxe nenhum avanço até agora – mais frustração). O Pampa Burguer  finalmente teve a sua churrasqueira interditada, segundo a SMAM, até que atenda as exigências, que seriam dar solução para a fumaça e o barulho dos motores do catalizador da chaminé instalada no telhado – o famoso “Dragão”. 
Ainda restaria nossa expectativa em relação ao inquérito civil que foi aberto pelo MP, aguardando o laudo da SMOV/PMPA sobre as condições de instalação do “Dragão” pois a mureta continua rachando e apareceu um vazamento no catalizador com um volume significativo.
Hoje, segundo dia da interdição, mesmo sem autorização para usar  a churrasqueira o estabelecimento está aberto, esperando clientes. Obvio que, como já demonstrou tantas outras vezes, não tem nenhum compromisso com um acordo de vizinhança.
Mas a persistência é nosso combustível. Enquanto acompanhamos as negociações do GT criado prá dar conta dos conflitos da redondeza, que descobriu(?) que as regras que forem criadas prá Cidade Baixa  valerão prá toda Porto Alegre, vamos tentando garantir que as nossas questões sejam discutidas por eles.
Ainda acreditamos que o bom senso pautará as decisões em todas as instâncias responsáveis e comprometidas com o crescimento de Porto Alegre com qualidade de vida para todos.
Vai acontecer o diferente e vamos compartilhar a satisfação com o resultado.

Cindi Sandri
Moradora da Rua Leão XIII
Bairro Cidade Baixa - POA - RS

3 comentários:

  1. Amigos e visitantes!Finalmente a SMAN tomou uma atitude com o DRAGÃO do Pampa Burger 2 aqui da rua Lima e Silva 303POA.O estabelecimento esta interditado para adequação.Pela primeira vez desde o mês de setembro nós moradores do edifício Guapuruvu podemos ficar com as janelas dos nossos apartamentos abertas.A SMAN finalmente acalmou o DRAGÃO DO Pampa Burger 2.

    ResponderExcluir
  2. Amigos e Visitantes!
    "Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo;de fato sempre foi somente assim que o mundo mudou"(FRIJOF CAPRA)
    Um grupo de quase 300 pessoas do Bairro Cidade Baixa -POA- RS prejudicadas com a fumaça e com o barulho dos motores do DRAGÃO do Pampa Burger 2 se uniu num abaixo assinado entregue a Promotora do Meio Ambiente.e várias ligações telefonicas foram feitas para o nº156,para a SMAN dar o primeiro passo nesta obra irregular já denunciada pelo vereador Adeli Sell no mês de setembro de 2011.O Dragão está inderditado.Estamos sem fumaça.Alivio para a nossa saúde.

    ResponderExcluir
  3. A alegria durou pouco.São 11h24min e a chaminé do Dragão do Pampa burger 2 está soltando fumaça novamente.No sábado não tem fiscalização?...

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário.