quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

PROMESSAS

Lembro-me que no meu primeiro ano de IMERAB, em 1980, as avaliações eram mensais e a média para aprovação nas disciplinas era sete.
Estávamos no terceiro bimestre e analisando nossas notas - Harald Balmer, Jair João e eu, constatamos que estávamos um pouco abaixo da média e já estávamos no mês de agosto. Preocupamo-nos e resolvemos fazer um pacto - dar duro nos estudos para passarmos de ano. E fizemos uma promessa caso conseguíssemos alcançar nosso objetivo: depois de receber as notas com aprovação, teríamos que sair de Ijuí e caminhar até Cruz Alta - minha terra natal.
Pois bem, estudamos muito, fomos aprovados e fizemos a caminhada. Saímos de madrugada, num domingo, um dia bem quente...fomos caminhando e contando histórias do ano que findava, dos campeonatos de futebol, basquete e handebol que participamos, dos dias de aula e das festas que fizemos pela cidade. Bem, saímos pelas cinco horas da manhã e chegamos em Cruz Alta pelas deis horas da tarde. Até aqui tudo bem... o problema foi que os guris eram de pele branca e imagina só a cor que chegaram lá!!! Minha mãe teve que fazer compressas com sal e vinagre para colocar nas costas dos viventes...
Depois de descansarmos algumas horas e damos muitas risadas com o feito, os voltaram ainda no mesmo domingo, no ônibus das 22 horas, enquanto eu fiquei em casa.
Um abração!

João Marcelo ( Mexicano)
Técnico Agrícola - Ano de 1980 - 1983.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário.